Friday, February 26, 2010

Chega a ser hilário de tão ridículo...

Nós usamos muito menos do que somos capazes, falando de corpo, cerebro e "espirito"...
E quanto menos usamos menos queremos usar...
Geração em geração... as pessoas vão ficando mais inteligentes (em nível de QIs) porém menos questionadoras, menos exploradoras de si e do universo e mais fúteis.
De que adianta inteligência se há preguiça de refletir?
De que adianta inteligência se toda a energia é voltada somente para questões exteriores de lazer alienado (em todas as possíveis esferas de significado que a palavra "alienado" pode ter)?
Aos poucos vamos nos tornando alheios a nós mesmos - nossa força de trabalho já o é há muito tempo, e com ela, nossa atenção se torna alheia - resultando em seres totalmente voltados pro externo e conseqüentemente paramos de ligar para o que nos é real (como diz Berkeley ) focando apenas numa ilusão que se torna real (em linguagem mais simples... vivemos a vida da mocinha da novela e ganhamos com o nosso time de futebol).

Es ist nicht das Boheme-Leben.

Thursday, February 04, 2010

filosofia, filosofia

"pensar é lindo e utiliza autonomia"



ai ai ai, nunca mais terei a chance de me esquecer dessa musica...